19 de mai de 2009

O AMOR É PACIENTE

Um jovem foi visitar um sábio questionando-o sobre os sentimentos que tinha pela sua esposa.
O sábio escutou-o e disse-lhe apenas uma coisa: -Ame-a!-
Mas … - questionou o jovem.
- Ame-a - disse-lhe novamente o sábio.
Perante a surpresa do jovem, o sábio continuou:
- Amar é uma decisão e não um sentimento. Amar é dedicação, é verbo. O fruto dessa ação é o amor. Amor é jardinagem. Arranque as ervas daninhas, prepare o terreno, semeie, regue e seja paciente. Haverá pragas, secas e enxurradas, mas não abandone o seu jardim. Nunca!
Valorize, respeite, dê afeto, ternura, admire e compreenda. Simplesmente: Ame!
A inteligência sem amor torna-te perverso.
A justiça sem amor torna-te implacável.
A diplomacia sem amor torna-te hipócrita.
O êxito sem amor torna-te arrogante.
A riqueza sem amor torna-te avarento.
A docilidade sem amor torna-te servil.
A pobreza sem amor torna-te orgulhoso.
A beleza sem amor torna-te ridículo.
A autoridade sem amor torna-te tirano.
O trabalho sem amor torna-te escravo.
A simplicidade sem amor deprecia-te.
A lei sem amor escraviza-te.
A política sem amor deixa-te egoísta.
A vida sem AMOR não tem sentido.
Leia (I Coríntios 13)

Nenhum comentário:

Seguidores